sexta-feira, 25 de março de 2011

Uma caminhada traumatizante

Ontem desci a Avenida da Liberdade. Para quem gosta de moda e conhece a Avenida já nem precisava de dizer muito mais. Mas vou continuar. Primeiro foi a Furla, que é uma marca que nem me diz muito, a não ser quando têm à venda malas e sapatos de borracha em cores que eu pensava que só existiam na minha fértil imaginação. Quem quiser confirmar aquilo de que eu estou a falar pode fazê-lo aqui. Nem queria acreditar que a cor de uma das malas da coleccção CANDY é Dragon Fruit Pink. Dragon-Fruit-Pink?????? How cool is that? Se nunca comeram dragon fruit experimentem, costuma haver no El Corte Inglès. Ah! O Caprisonne de Dragon Fruit também é muito bom, e vem numa embalagem que dá vontade de emoldurar.

Lá continuei, avenida abaixo, e o meu coração voltou a parar quando vi a montra da Louis Vuitton. Minimalista e linda como sempre, com uma mala e uma carteira penduradas numa peça dourada que ficava linda a decorar o meu quarto. Já na baixa, e como quem não quer a coisa mas quer muito e bastante, ainda espreitei os acessórios da H&M e acabei a hiperventilar na montra da Temporary Store quando vi este chinelito da Vivienne Westwood para a Melissa. Queroooooo!

1 comentários:

Didá disse...

é por essas e por outras que eu ando de metro!

 
Blogger design by suckmylolly.com